Briga de gatos. Comportamento

Briga de gatos

Briga de gatos: Gatos são verdadeiros “ninjas” quando brigam. Muito fortes e rápidos, partem com garras e dentes para cima do adversário. Tal rapidez torna difícil acompanhar a briga, só mesmo em câmera lenta para ver as investidas. 

A boa notícia é que a castração torna os gatos menos agressivos. Fora isso, não permita que o seu felino saia de casa, onde fica sujeito a brigas e a contrair doenças como a AIDS Felina (FIV), transmitida nas feridas causadas por combates com os gatos da vizinhança (saiba mais em doenças). 

Briga de gatos

É fácil notar a diferença de quando a luta é de brincadeira e de quando é uma briga pra valer, que normalmente faz com que o confronto se torne barulhento e violento.

Entre os gatos domésticos, os machos são mais propensos a lutar do que as fêmeas.  Um dos motivos para a luta é a dificuldade de se estabelecer territórios dentro de uma pequena casa. Entre os gatos selvagens e os gatos de rua, o motivo mais comum para a luta é a concorrência entre machos para acasalar com uma fêmea no cio. Em tais casos, a maioria das lutas são vencidas pelo macho mais pesado. 

As fêmeas também lutam por território ou para defender os seus gatinhos. A esterilização irá diminuir ou eliminar este comportamento em muitos casos, o que sugere que o comportamento está ligado a hormônios sexuais. 

Briga de gatos – Vídeo em HD

Briga de gatos domésticos

Briga de gatos domésticos. by Ray Dumas

Quando os gatos se tornam agressivos, eles tentam parecerem maiores e mais ameaçadores, aumentando sua pele, arqueando as costas, voltando-se para os lados com assobios ou cuspindo.

Muitas vezes, as orelhas são apontados para baixo e para trás para evitar danos ao ouvido interno e, potencialmente, para ouvir quaisquer alterações por trás deles. Eles também podem vocalizar alto em um esforço para intimidar o adversário. 

Comportamento dos gatos

Felizmente, danos graves são raros, como as lutas são geralmente de curta duração, com o perdedor fugindo com pouco mais do que alguns arranhões no rosto e orelhas. No entanto, as lutas pelos direitos

de acasalamento são frequentemente mais sérias e lesões podem incluir perfurações profundas e lacerações.

Normalmente, as lesões mais graves costumam se limitar a infecções de arranhões e mordidas, embora estes possam, ocasionalmente, serem fatais para os gatos se não tratados. Além disso, as mordidas são a principal via de transmissão da FIV, a “AIDS Felina”.

Machos sexualmente ativos geralmente se envolvem em muitas brigas durante as suas vidas, e por isso, é comum vê-los com cicatrizes e cortes nos ouvidos e nariz.

 

Comentários do Facebook

About pozzana