Siamês

Siamês

O gato siamês é por muitos chamado de “o príncipe dos gatos”, título conquistado por sua elegância de corpo e, também, pela graça de seus movimentos. Entre os gatos de pedigree, é o mais conhecido. Assemelha-se a uma estátua do Antigo Egito, possui um olhar enigmático e profundo; é um exótico bichano. Sua popularidade é tão grande que é considerada a segunda raça com maior número de nascimentos ao ano, só tendo à sua frente o Persa.

Siamês

Um nobre e elegante gato

Siamês tradicional, clássico e moderno

Gato Siamês tradicional, clássico e moderno. foto: Vicvx

Sua personalidade é incomum. Algumas características, como o miado, diferenciam-nos dos demais felinos. Além disso, são muito ligados aos seus donos, de quem, em alguns casos, chegam a ter ciúmes.

Especialistas comparam seu comportamento ao dos cães, pois se afeiçoam mais aos donos do que à casa propriamente. O que não é comum, de uma maneira geral, entre os gatos.

Imponente, o Siamês chama a atenção pelo físico esbelto e pela cor dos olhos. Com reações imprevisíveis em alguns momentos, seu humor muda de acordo com os acontecimentos. Pode-se dizer que é um gato temperamental, mas, sem dúvida, muito carinhoso.

Cuidados especiais com o siamês

Um curioso filhote de siamês

Um curioso filhote de gato siamês. foto: William Winters

A fêmea requer cuidados especiais no cio. Os sintomas são bastante fortes e podem ser notados por todos, pode rolar pelo chão, gemendo, ou correr pela casa, rasgando e arranhando tudo o que encontrar pela frente. (Leia sobre castração)

É importante que ela tenha um companheiro o mais rápido possível. Um mês depois do acasalamento, suas tetas começam a inchar e os filhotes podem ser sentidos em seu ventre. Eles nascem brancos e vão mudando de cor à medida que crescem.

O gato siamês sofre muito de complicações nos rins e pode ter dificuldades para urinar. O acompanhamento do veterinário é indispensável para minimizar os riscos.

Características do siamês

O siamês oficial tem o corpo bem longilíneo, orelhas grandes e cabeça triangular. É gato de criadores, de exposições e de pessoas que admiram sua estrutura charmosa. Já o extra-oficial é mais rechonchudo, tem orelhas pequenas e cabeça redonda. A cauda é longa e fina, pontiaguda na extremidade, mas há casos que a cauda é peluda seguindo as características de seu corpo.

A fêmea atinge a puberdade antes das outras raças. Com cinco meses tem o primeiro cio e corre o risco de engravidar.

O vídeo abaixo apresenta a raça com curiosidades (em inglês) e belas imagens!

Ter um siamês em casa é sempre uma festa, pois ele é atlético, brinca, corre, salta e faz acrobacias fantásticas.

Origem e História do siamês

"Egyptian - Statue of a Seated Cat - Walters 54403 - Three Quarter" by Anonymous (Egypt)

Estátua egípcia mostra a semelhança com a raça.

Foi na Tailândia, antigo Sião, que os ocidentais viram esses gatos pela primeira vez, os quais ficavam cuidadosamente protegidos no palácio real de Bangkok. A raça foi descrita e ilustrada pela primeira vez e um antigo manuscrito chamado “Tamra Maew” (Poema do gato). Estima-se que o texto teria sido publicado entre o século XIV para o sec. XVIII.

Foram levados para a Inglaterra em 1884 e se espalharam para outras partes do mundo, chegando aos EUA na década seguinte. Nessa época, os Siameses não eram tão elegantes como os atuais.

Com o crescimento de sua popularidade, muitas pesquisas foram realizadas na Tailândia e no resto da Indochina, mas não foi possível confirmar se o felino descende o Siamês, no entanto, a origem asiática foi comprovada.

Comentários do Facebook

About pozzana