Castração de gatos (esterilização)

Castração de gatos (esterilização): Você sabia que milhares de animais morrem anualmente devido as precárias condições de vida? Nas cidades há sempre os “donos” que irresponsavelmente abandonam ninhadas em ruas e parques.

Os gatos se reproduzem com grande facilidade. Fêmeas são capazes de dar a luz a centenas de gatos durante seu tempo de vida. Não há lugar para tantos cães e gatos. O sacrifício é frequentemente a solução mais simples. Obviamente o correto é evitar o nascimento de tantos animais.

Castração de gatos (esterilização)

Gatos são predadores do topo da cadeia alimentar, isto é, se alimentam de uma grande variedade da fauna. Sobrevivem muitas vezes quando abandonados por serem formidáveis predadores. Bom para o gato, ruim para a fauna local que costuma ser fortemente impactada por uma população felina.

Vacinação

Castração de gatos: Castrando o seu gato você estará fazendo um favor para a vizinhança. foto: Hunter Desportes

Castração de gatos: Gatos machos não-castrados costumam se aventurar na rua atrás de fêmeas no cio. Esta aventura costuma terminar mal para você e seu gato. Além disto, machos tem por hábito “demarcar” o seu território com frequentes esguichos de urina, que tem um forte odor. Estes incômodos também acabam com a castração.

Fêmeas são esterilizadas e machos são castrados

A esterilização das fêmeas é uma operação um pouco mais difícil do que a castração em machos porque a operação envolve a remoção cirúrgica do útero e dos ovários. Por isto, a cirurgia costuma ser mais cara. Além disso, é importante voltar ao veterinário para remover os pontos. Fêmeas castradas não correm risco de terem infecção no útero, ganhando uma expectativa de vida maior do que as fêmeas não-castradas.

Gatos selvagens

Fêmeas no cio fazem muito barulho, a vizinhança certamente não vai apreciar. Uma única gata pode dar a luz a dezenas e dezenas de gatinhos. Se você não pretende comercializar estes filhotes, a solução é a castração. Além disto, comprovadamente é sabido que gatos castrados vivem mais!

foto: David Shankbone

A castração também é indicada para a prevenção de doenças como tumores prostáticos, mamários e uterinos. Os animais castrados têm menor probabilidade de desenvolver comportamento agressivo e, muitas vezes, a castração é indicada com essa finalidade: diminuir a agressividade em cães e gatos. Fale com o seu veterinário.

Assim, para muitos casos a esterilização, principalmente das fêmeas, é a melhor solução.

Métodos de esterilização de gatos:

  • ovariohisterectomia (retirada de útero e ovários)
  • orquiectomia (retirada dos 2 testículos)
  • Vasectomia (interrupção da passagem dos espermatozoides, o animal acasala mas não é fértil)
Comentários do Facebook