Gatos selvagens

Gatos selvagens: Sabia que o gato doméstico evoluiu a partir do gato selvagem e hoje é considerado como sua sub-espécie (Felis silvestris catus)?. (foto: www.tOrange.us)

 O gato selvagem também é conhecido como gato-bravo (Felis silvestris), gato-cabeçana ou gato-montês. Este pequeno felino é nativo do Velho Mundo (Europa, África e Ásia).

Gatos selvagens

O gato-bravo foi provavelmente batizado assim devido a sua natureza arisca, evitando o contato com o ser humano.

É um animal de hábitos noturnos e difícil de observar na natureza. Como quase todos os felinos, o gato-bravo é um animal solitário. Grandes caçadores, ocupam com sucesso habitats diversificados como savanas, florestas e estepes. 

Novas pistas da domesticação dos gatos

Como o gato doméstico, os gatos selvagens também são territorialistas. Cada animal controla um território que defende de invasores. Machos e fêmeas procuram-se apenas na época do acasalamento, quando a fêmea entra no cio. 

Características dos Gatos Selvagens

Os gatos-bravos tem excelentes sentidos: audição, olfato e visão. Atléticos, são ótimos escaladores, subindo com facilidade nas árvores.

O gato selvagem habita preferencialmente bosques fechados, mas também ocorrem em matagais mediterrâneos e florestas de coníferas. Durante o dia podem refugiar-se em buracos de árvores, fendas nas rochas ou tocas abandonadas de outros animais. 

Felis silvestris silvestris. by Lviatour

O gato-bravo é um carnívoro de médio porte, semelhante aos gatos-domésticos, porém mais robusto. A cabeça é grande e arredondada, com um focinho curto e poderosas mandíbulas. Os olhos são geralmente verdes e as patas, curtas e fortes.

A pelagem é acastanhada ou acinzentada, facilitando a camuflagem no seu ambiente. A principal característica distintiva é a sua cauda grossa e de aspecto tufado, que apresenta 3 a 5 anéis pretos, largos e bem espaçados, terminando numa ponta negra arredondada. O corpo também tem riscas ao longo dos flancos e patas. 

Os machos têm entre 52 e 65 cm de comprimento e pesam em média 5 kg (máximo 7 kg), enquanto as fêmeas medem entre 48 e 57 cm e pesam cerca de 3,5 kg. O peso dos animais varia sazonalmente.

O gato selvagem come principalmente pequenos mamíferos como roedores coelhos e lebres. Também come aves e, mais raramente, pode alimentar-se de répteis, anfíbios e até mesmo de insetos.

Ainda que globalmente considerado uma espécie abundante, o gato-bravo é ameaçado localmente pela caça, destruição de habitats e diminuição das suas presas naturais (roedores e coelhos). Na Europa, um dos principais problemas é a hibridação da sub-espécie selvagem, Felis silvestris silvestris, com o gato-doméstico, que pertence a outra sub-espécie.

Estudos genéticos mostram que, em algumas regiões europeias, grande parte dos gatos-bravos europeus são híbridos entre as sub-espécies selvagem e doméstica.

fonte: Wikipedia.org

Comentários do Facebook