Manul o Gato de Pallas

Manul o Gato de Pallas

Manul o Gato de Pallas: O gato-de-pallas (Otocolobus manul), também conhecido como manul, é um gato selvagem quase ameaçado de extinção, encontrado nas pradarias e estepes montanhosas da Ásia Central.

Manul o Gato de Pallas 

O gato-de-pallas é um belíssimo gato de pelagem longa e cinzenta, ocasionalmente em tons de ferrugem. O nome é derivado do descobridor da espécie em 1776, Peter Simon Pallas, naturalista alemão. Peter foi o primeiro a descrever o gato no fim do século XVIII.

O manul não é um gato para se ter em casa, pois a espécie esteve ameaçada de extinção. Foi muito caçado por sua linda pelagem ou para ser vendido como animal de estimação. Felizmente sua caça foi proibida, mas na Mongólia ela ainda ocorre normalmente.

• Novas pistas da domesticação dos gatos

O Gato-de-Palas é na realidade um animal selvagem da Ásia Central, vivendo naturalmente em países como Mongólia e Rússia. Como a maioria dos felinos, são animais territorialistas, além de predadores formidáveis.

Manul o Gato de Pallas: características

O gato de Pallas tem o tamanho de um gato doméstico, com o seu corpo de 46 a 65 cm de comprimento e sua cauda tem de 21 a 31 cm (8,3 a 12,2 polegadas) de comprimento.

Manul espiando desconfiado. foto: Nick Jewell

Pesa aproximadamente entre 2,5 a 4,5 kg. O Manul é parrudo e com pelos longos e macios. Sua pele é ocre com barras verticais escuras no torso e pernas dianteiras. O revestimento do inverno é mais cinzento e menos padronizado do que o revestimento do verão.

Há anéis pretos claros na cauda e manchas escuras na testa. As bochechas são brancas com listras pretas estreitas a partir dos cantos dos olhos. O queixo e a garganta também são brancos, fundindo-se com a pele acinzentada, das partes inferiores.

As pernas são proporcionalmente mais curta do que de outros gatos e as orelhas são muito baixas e afastadas.

O rosto é reduzido em comparação com outros gatos, dando-lhe uma face achatada. A mandíbula mais curta e tem menos dentes do que o normal entre os gatos, com o primeiro par de pré-molares superiores faltando, mas os dentes caninos são grandes e salientes.

Manul o Gato de Pallas foto: Karin Sturzenegger

Os Gatos de Pallas são animais solitários. Os machos e as fêmeas usam a urina para marcar seu território. Eles passam o dia em grutas, fendas de rochas ou tocas, e emergem no final da tarde para começar a caça.

Com tem pernas curtas para um gato, por isso eles não são corredores rápidos e caçam principalmente por emboscada ou perseguição, utilizando a vegetação rasteira e o terreno rochoso para cercar a presa. Eles se alimentam principalmente de espécies diurnas, como gerbos, ratazanas, perdizes e marmotas.

O Manul também foi considerado o Mais expressivo dos felinos. Confira o link – hypescience.com/esse-e-o-felino-mais-expressivo-do-mundo e descubra porque!

Este maravilhoso gato hoje deve ser contemplado em zoológicos e fotografias, mas preferencialmente em seu ambiente selvagem!

Comentários do Facebook