Vermifugação dos gatos

Vermifugação dos gatos: Muita gente não sabe, mas a vermifugação, assim como a vacinação, é um dos cuidados essenciais com os gatos, principalmente nos filhotes.

Mas não pense em medicar sozinho o seu felino, pois isso pode ser fatal para ele. Nesse artigo você saberá a importância de manter o seu amigo livre de parasitas.

Vermifugação dos gatos

É terrível pensar que nesse momento vermes podem estar sugando o sangue de nossos animais. Infelizmente a probabilidade disso estar acontecendo é alta, principalmente se o gato tem acesso a rua ou tem contato com outros cães e gatos. Ainda mais alta se você não administra vermífugo há muito tempo.

O simples fato de o felino estar com pulgas já é um risco. Isso porque a pulga pode transmitir vermes a gatos e cães. O mais comum desses parasitas transmitidos por pulgas é o Dipylidium caninum.  Assim, todo animal que teve uma infestação por pulgas pode ser vermifugado.

Vacinação de gatos

Todavia, a vermifugação deve rer feita obrigatoriamente nos filhotes. Administrando vermífugo a cada 30 dias até completar seis meses de idade ou até terminar as primeiras vacinas, sendo a primeira dose do vermífugo aos 30 dias de idade. A partir dos seis meses, o animal pode ser tratado como um gato adulto.

Consulte um veterinário para administrar vermífugos

Vermífugos também atacam o hospedeiro e podem ser fatais se mal administrados. Obtenha a prescrição necessária no veterinário. Não tente usar vermicidas de venda livre, principalmente se os animais forem filhotes.

O Vet vai analisar as fezes do animal para descobrir o tipo de parasita e iniciar o tratamento adequado. Por isso, se possível, colete as fezes antes de levar o bichano para a consulta. Se o veterinário suspeitar de parasitas cardíacos, pedirá também um exame de sangue. Há muitos tipos de vermes, e o tratamento de um pode não funcionar para outro, portanto, é fundamental saber com o que se está lidando antes de poder resolver o problema.

Tipos de vermes – Vermifugação dos gatos

Profissional da área biomédica examinando as fezes e identificando a espécie do parasita. by SuSanA Secretariat

Os gatos podem ser infectados por diversos tipos de vermes, mas os quatro mais comuns são nematodas (lombrigas), ancilostomídeos (os causadores do amarelão), cestodas (tênias) e outros parasitas cardíacos.

Saúde do gato

Alguns vermes são perigosos não só para o gato, mas também para humanos (no caso das zoonoses) e outros animais de estimação. Por isso, é preciso vermifugar filhotes, gatos adotados recentemente e animais com sintomas. Além do mais, é necessário conversar com o veterinário sobre medidas de prevenção e controle. 

Para conhecer alguns tipos de parasitas internos dos gatos, visite o link – Tipos de parasitas internos

Administrando vermífugos – Vermifugação dos gatos

 Embora o tipo mais comum de vermífugo seja o comprimido, também há medicamentos líquidos, tópicos ou em forma de tabletes mastigáveis.

Não escolha o remédio por conta própria; sempre escute as instruções de um profissional confiável. Depois que souber o nome do medicamento, a dosagem e a frequência da administração, siga as recomendações do Vet. Seja o remédio tópico ou oral, jamais interrompa o curso do tratamento.

Quem ama, cuida!

Link complementarComo Saber se Seu Gato Está com Vermes

Comentários do Facebook