Veterinário

Veterinário é um profissional que nenhum dono de animal deveria dispensar. Infelizmente nem todos podem pagar uma consulta veterinária ou tem acesso a um bom doutor em sua cidade. De qualquer modo, existem opções de consultas em que se gasta pouco dinheiro, ou mesmo programas em que se consegue consultas gratuitas, especialmente nas grandes cidades.

Veterinário: o especialista na saúde do gato

Veterinário: um profissional com história

Se você levar seu gato periodicamente ao veterinário (recomendamos que faça isso) ele irá se acostumar com o transporte e ficará cada vez mais relaxado nas consultas. foto: Greg Dunlap

A medicina veterinária é a ciência médica que se dedica à prevenção, controle, erradicação e tratamento das doenças, traumatismos ou qualquer outro agravo à saúde dos animais. É a “arte da cura de animais”, assim como a medicina humana é a “arte da cura de humanos”.

A medicina veterinária é tão antiga quanto a ligação que os seres humanos realizaram com os animais. A ars veterinaria estava registrada no Papiro de Kahoun, de cerca de 4000 a.C.. Os códigos Eshn Unna (1900 a.C.) e de Hamurabi (c. 1700 a.C.), na Babilônia, trazem referências ao pagamento e atribuições dos médicos dos animais.

Na Grécia Antiga, a profissão, então chamada de hipiátrica, data do século VI a.C.; já em Roma alguns tratados foram dedicados às doenças animais, como os de Catão e de Columela.

Veterinário: informações importantes

Se você acaba de adquirir um gato, é muito importante que leve-o ao veterinário, se possível antes de levar o animal para o lar. O doutor irá vacinar o gato e o examinará para constatar o seu estado. É um cuidado não só com o animal, mas para com a saúde de todos que vivem em sua casa.

A escolha do veterinário deve ser cuidadosa, pois dele dependerá a saúde e bem-estar do seu gato. O veterinário também estará apto a realizar cirurgias, aplicar vacinas, tirar radiografias, receitar vermífugos, medicamentos e outros cuidados importantes.

Esse gato já está parcialmente relaxado. A vet conta com um ajudante. foto: Jeffrey Beall

Uma vez no consultório, procure acalmar o seu felino. O doutor poderá solicitar sua ajuda para tranquiliza-lo ou para segurá-lo.

Muitas pessoas preferem chamar o veterinário em casa julgando que assim o animal ficará menos estressado. Esta atitude normalmente é equivocada porque é justamente o contrário o que acontece. Isto porque os gatos são animais territorialistas e quando o doutor chega em sua casa, ele o vê como um estranho em seu lar, tendendo a ficar agressivo.

Quando você leva o animal no consultório, eles costumam ser mais permissivos. Isso sem contar que uma visita em casa geralmente custa o dobro da consulta na clínica. Se você levar o seu gato periodicamente ao veterinário (recomendamos que faça isso) ele irá se acostumar com o transporte e tenderá a ficar cada vez mais relaxado nas consultas.

• Hidratação de gatos. Saiba mais sobre o assunto. 

A higiene bucal também é recomendável para prolongar a vida de gatos e cães.

Lembre-se que é importante levar seu gato para exames periódicos. Consulte o seu profissional quanto a frequência com que você deve levar o animal ao consultório. 

Comentários do Facebook